Pages

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Inúteis, caros e insaciáveis

O Tribunal de Contas dos Municípios declarou inválido, portanto sem eficácia, artigo de resolução da Câmara Municipal de Marabá, que fixou o valor de subsídios dos vereadores, e cujo artigo 2º previa “o pagamento de indenização por sessão extraordinária”. O presidente foi advertido que “os pagamentos que vierem a ser feitos serão impugnados por ocasião do julgamento da prestação de contas, ensejando a devolução dos valores recebidos indevidamente, atualizados monetariamente e acrescidos de juros de mora”. Os vereadores marabaenses trabalham, digamos assim, duas vezes por semana ganhando uma pequena fortuna; têm carro Polo de graça, que consome mais de R$ 800 mil por ano só de aluguel; mais verba para isso e para aquilo, e o presidente da Casa ainda queria embutir mais essa “boquinha” na teta pública. Outra Resolução igualmente graciosa e indeferida é a que a Câmara inventou certa “Verba de Pronto Atendimento” no valor de R$ 3.000,00, supostamente para pequenas despesas dos nossos valiosos (e bota valiosos nisso!)parlamentares.

8 comentários:

Mural de Marabá disse...

Pena que no ano eleitoral as pessoas esqueçam disso tudo e acabam elegendo e reelegendo aos ditos.

Imagina essa região virando Estado e esses nobres, valorosos e trabalhadores edis se transformando em deputados estaduais, federais, senadores e/ou governadores.

Anônimo disse...

Ei Ademir, é muita cara-de-pau dessa Presidente da CMM Julia Rosa querer anuencia para mais uma forma de pilhagem do dinheiro público, não ? E à quantas anda o caso da verba da Vale para a mobília da nova CMM ?Em 01.06.10, Marabá-PA.

Anônimo disse...

Falando em prédio da câmara, uma questão deveria ser esclarecida:
qual o valor da obra?
quanto foi gasto ate agora?

Tem uma historia rolando, que o valor ta quase duplicando do planejado.

Depois que a Júlia, assumio, ela colocou o LUÍS FERNANDO(empresa de belém)para responder pela construção.E ta explicado, realmente a conta não vai bater.

Anônimo disse...

Pro TCM ter julgado isso agora, essas resoluções devem ter sido de no mínimo 2 anos atrás, quando a Júlia Rosa não era presidente da CMM.

Gilberto Café disse...

Exatamente como o anonimo das 18:06 falou, que foi na presidencia do Miguelito.
O que me causa estranheza e que não é divulgado as licitações que ocorrem na camara municipal.
Eles compram centrais de ar, computadores, mobilias, passagens aereas, locam veiculos, entre outros e a gente não ve nada disto publicado.
Ta na hora do MP entrar em ação ou entao a população pedir em audiencia um esclarescimento dos honoraveis legisladores municipais.

Anônimo disse...

Caro Sr. Gilberto Café todas as licitações efetuadas pelo Poder Público são divulgadas obrigatoriamente no Diário Oficial do Estado e em um jornal de grande circulação também no estado, portanto, para que o senhor tenha acesso a essas compras basta ler um dos dois.

Anônimo disse...

Tudo montado e viciado, a julia rosa contratou um especialista em falcatrua o sr. luís Fernando.Agora só ganha "quem eles querem" e "como eles querem".
Alem de especialista em montar licitação ele também sabe arrumar as prestações de conta.E o mais importante, tem contatos com os técnicos do TCM.

Anônimo disse...

Essa propalada "briga" dos vereadores da CMM contra a Vale, não passa de mentirinha. Ora, em ano eleitoral, os digníssimos haverão de precisar muito "da ajuda" financeira da empresa para suas campanhas. Portanto, latirão muito, porém não morderão. Em 07.06.10, Marabá-PA.