Pages

sábado, 26 de março de 2011

HMM pode fechar. Adivinhe por que?

Falta de condições de trabalho pode levar os médicos do Hospital Municipal a paralisar suas atividades na próxima semana. Os profissionais também se dizem constrangidos pela notificação feita pelo Ministério Público sobre suposta sindicância em relação a faltosos, principalmente por estarem com sobrecarga de responsabilidades.
Até março do ano passado, atendia-se de 400 a 600 pacientes por dia somente no Pronto Socorro. não estão contabilizados os atendimentos laboratoriais, ortopédicos, cirúrgicos e de análises clínicas, o que eleva para mais de 1.300 pacientes/dia. Hoje, são apenas oito médicos.
- Em final de 2009, foi a provada pelo Ministério da Saúde a implantação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para Marabá, inclusive com a liberação de verbas para sua construção no bairro das Laranjeiras. Enquanto a de Tucuruí, aprovada na mesma época, está pronta, a de Marabá sumiu do mapa. Também nunca saiu do papel o projeto de construção dos Centro de Especialidades Médicas e o de Reabilitação Física e de Fonoaudiologia, diz um profissional.  
Outro fator desgastante é a promessa não cumprida – mais uma! – do ainda prefeito Maurino Magalhães sobre reajuste salarial para a categoria.
Pior para a população.
E por falar em mentiras, a mais recente (alardeada no jornal de bolso do prefeito) foi a história de que Maurino iria a Brasília encontrar-se com o ministro da Saúde para tratar do caos que seu desgoverno instalou em Marabá.
Efetivamente ele foi à Brasília e ainda levou uma trupe de serviçais e supostos aliados, inclusive vereadores que não dispensam uma viagenzinha com dinheiro público. Acontece que o encontro do ministro Alexandre Padilha não passou de palestra dele voltada para os municípios da Amat-Carajás sobre as prioridades do governo Rousseff para a saúde. Maurino e sua claque sequer falaram com o ministro.
E é assim, de mentira em mentira, de factóide em factóide, que o inimigo público nº 1 de Marabá empurra a tudo e todos para o abismo do descrédito, do desgoverno e da vergonha.

Contra a corrupção

Enquanto os corruptos comemoram, o Brasil todo está decepcionado com o voto de desempate do Ministro Luiz Fux que colocou os corruptos de volta no Congresso Nacional. Um tapa na cara da sociedade brasileira que lutou árduamente pela aprovação da Ficha Limpa.
Não podemos ficar calados, vamos mostrar para o Ministro que a traição à sociedade tem um custo político alto.
Ato na Praça da República, em Belém, dia 27 de março/2011, em frente ao Bar do Parque
Concentração: 9 horas.

É nojento e revoltante mesmo!

Da Terra do Nunca, do jornalista Chagas Filho, ontem, sexta-feira:



Acho que vou vomitar
A julgar pelos discursos desprovidos de qualquer respeito pelo povo, que ouvi agora pouco, a vereadora Elka Queiroz, que usou o carro da Câmara Municipal para fazer rally em São Paulo, não vai pegar nem um dia de suspensão, muito menos 30, como sugeriu timidamente a comissão que investiga o caso.
Com exceção das vereadoras Toinha do PT e Irismar Sampaio, o restante dos vereadores praticamente pediu desculpas à vereadora pelo constrangimento a que ela foi submetida.
Até mesmo o vereador Edivaldo Santos, um dos mais combativos da CMM, se mostrou brando com a vereadora.
Não faltaram citações bíblicas do tipoNão julgues para não ser julgado” e “Quem nunca errou que atire a primeira pedra”.
Tudo isso confirma a informação de que a vereadora Elka se reuniu a portas fechadas com os vereadores e ameaçou “detonarum por um, caso ela fosse condenada.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Saiba como decisão do STF sobre ficha limpa pode alterar Congresso


Do G1, em Brasília

Confira o que pode mudar na composição do Senado e na Câmara.
Quem reivindica vaga
O que aconteceu
Razão pela qual foi barrado
Quem perderia vaga

NO SENADO
 
O ex-governador da Paraíba Cássio Cunha Lima
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), ex-governador
Foi o mais votado para o Senado pela Paraíba com mais de 1 milhão de votos. O primeiro eleito mais votado obteve cerca de 870 mil votos.
Perdeu o mandato de governador após ser condenado por abuso de poder econômico.
Wilson Santiago (PMDB), que foi o terceiro mais votado e acabou beneficiado pela inelegibilidade de Cunha Lima.

jader barbalho
Jader Barbalho (PMDB-PA), ex-deputado federal
Recebeu 1,77 milhão de votos e entraria na segunda vaga para o Senado pelo Pará.
Renunciou em 2001 para evitar possível cassação (estaria inelegível até 2011).
Marinor Brito (PSOL), que foi a quarta mais votada do estado e acabou beneficiada pela inelegibilidade dos segundo e terceiro colocados, Jader Barbalho e Paulo Rocha respectivamente.

Paulo Rocha (Foto: Divulgação)

Paulo Rocha (PT-PA), ex-deputado federal
Foi o terceiro mais votado para o Senado pelo Pará e pode entrar na segunda vaga, caso seja confirmada a inelegibilidade de Jader Barbalho.
Renunciou ao mandato de deputado federal em outubro de 2005 após ser citado por envolvimento no escândalo do mensalão.
Marinor Brito (PSOL), que foi a quarta mais votada do estado e acabou beneficiada pela inelegibilidade dos segundo e terceiro colocados, Jader Barbalho e Paulo Rocha respectivamente.
 
Ex-senador João Capiberibe (Foto: AE)

João Capiberibe (PSB-AP), ex-senador
Obteve mais de 128 mil votos e entraria na segunda vaga pelo Amapá no Senado.
Foi condenado em processo de compra de votos em 2002.
GIlvam Borges (PMDB) obteve 121 mil votos e foi o terceiro mais votado, mas acabou beneficiado pela inelegibilidade de Capiberibe.
 
NA CÂMARA
 
Janete Capiberibe
Janete Capiberibe (PSB-AP), ex-deputada federal
Recebeu mais de 27 mil votos e foi a candidata a deputado federal mais votada do Amapá. O diplomado com mais votos recebeu 21 mil votos. A
Foi condenada em processo de compra de votos em 2002.
Como a eleição é proporcional, ou seja, vale a quantidade de votos da coligação para saber o número de cadeiras, será necessária recontagem dos votos pelo TRE-AP.

STF resgata fichas sujas

Jogo de xadrez

Jornalista Chagas Filho (Terra do Nunca) dá conta que o professor Pedro Souza toma posse, nesta sexta-feira (25), como novo diretor da 4ª Unidade Regional de Ensino (URE).
Qualquer hora dessas também assume a diretoria regional do Detran uma pessoa muito próxima ao deputado João Salame falta a portaria de nomeação.
Mas esse tardio jogo de xadrez, que depende de negociações entre Jatene e políticos locais,  não deixa de ser desgastante e prejudicial aos interesses regionais, que dependem do bom funcionamento dos órgãos do Estado na região.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Busca e apreensão em hospitais de Belém


A Polícia Federal e Controladoria Geral da União estão cumprindo hoje (23) mandados de busca e apreensão na Secretaria de Saúde do Município de Belém e em nove hospitais que prestam serviços para o Sistema Único de Saúde na cidade. As buscas foram decretadas pelo juiz federal Rubens Rollo D'Oliveira a pedido do Ministério Público Federal.
Além do Departamento de Regulação da Sesma e do setor financeiro da Secretaria, houve buscas em outros imóveis da Sesma e nos hospitais D. Luiz I, Clínica do Acidentados, Ordem Terceira, Nossa Senhora de Nazaré, Hospital Infantil Santa Terezinha, Samaritano, Casa de Saúde Santa Clara, Hospital Serzedelo Correa e Clinica e Maternidade São Lucas.
Servidores do setor de regulação da Sesma foram trazidos para a sede do MPF em Belém para prestar depoimento e depois serão liberados. Para evitar a paralisação das atividades do setor – que é essencial para o atendimento à saúde na cidade – os investigadores tomaram o cuidado de não apreender computadores.
Em vez disso, foi feito o espelhamento de todo o conteúdo das máquinas e de suas unidades de armazenamento, o que significa que as provas poderão será integralmente analisadas sem prejuízo do serviço público. Essa análise será feita pelo MPF, com apoio da PF e da CGU.
O objetivo das buscas é encontrar e preservar documentos e dados que podem provar fraudes e desvios de verbas federais da saúde em Belém. Existem fortes indícios, já apurados pelo Departamento Nacional de Auditorias do SUS, de irregularidades em Autorizações de Internação Hospitalar emitidas pela Sesma para receber verbas da União.
--------
Bem que ação semelhante poderia ser realizada aqui também!!!
Ia ser um Deus nos acuda!

Morre Elizabeth Taylor

Internada no hospital Cedar-Sinai, em Los Angeles, a atriz morreu hoje devido a complicações cardíacas, contra as quais lutava havia anos.
Representante do centro médico disse que Lyz Taylor morreu "em paz, hoje, no hospital Cedar-Sinai". "Apesar de ter sofrido recentemente uma série de complicações, a condição estava estável e esperáva-se que ela pudesse voltar para casa. Infelizmente, não era para ser", completou.
Hollywood, o cinema e os curtidores de bons filmes e ótimos atores lamentam a perda irreparável da grande atriz.