Pages

sábado, 26 de março de 2011

HMM pode fechar. Adivinhe por que?

Falta de condições de trabalho pode levar os médicos do Hospital Municipal a paralisar suas atividades na próxima semana. Os profissionais também se dizem constrangidos pela notificação feita pelo Ministério Público sobre suposta sindicância em relação a faltosos, principalmente por estarem com sobrecarga de responsabilidades.
Até março do ano passado, atendia-se de 400 a 600 pacientes por dia somente no Pronto Socorro. não estão contabilizados os atendimentos laboratoriais, ortopédicos, cirúrgicos e de análises clínicas, o que eleva para mais de 1.300 pacientes/dia. Hoje, são apenas oito médicos.
- Em final de 2009, foi a provada pelo Ministério da Saúde a implantação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para Marabá, inclusive com a liberação de verbas para sua construção no bairro das Laranjeiras. Enquanto a de Tucuruí, aprovada na mesma época, está pronta, a de Marabá sumiu do mapa. Também nunca saiu do papel o projeto de construção dos Centro de Especialidades Médicas e o de Reabilitação Física e de Fonoaudiologia, diz um profissional.  
Outro fator desgastante é a promessa não cumprida – mais uma! – do ainda prefeito Maurino Magalhães sobre reajuste salarial para a categoria.
Pior para a população.
E por falar em mentiras, a mais recente (alardeada no jornal de bolso do prefeito) foi a história de que Maurino iria a Brasília encontrar-se com o ministro da Saúde para tratar do caos que seu desgoverno instalou em Marabá.
Efetivamente ele foi à Brasília e ainda levou uma trupe de serviçais e supostos aliados, inclusive vereadores que não dispensam uma viagenzinha com dinheiro público. Acontece que o encontro do ministro Alexandre Padilha não passou de palestra dele voltada para os municípios da Amat-Carajás sobre as prioridades do governo Rousseff para a saúde. Maurino e sua claque sequer falaram com o ministro.
E é assim, de mentira em mentira, de factóide em factóide, que o inimigo público nº 1 de Marabá empurra a tudo e todos para o abismo do descrédito, do desgoverno e da vergonha.

5 comentários:

Ulisses Silva Maia disse...

Alguém acha mesmo que o Ministro Padilha ia se encontrar com o Maurino? De mentirosos, já basta os que vivem em Brasília.

Blogue Marabá 2012 disse...

Parece que a Dilma nem tomou conhecimento do alcaide de Marabá, bem como dos associados da AMAT.

Os caras gastaram toda a verba da saúde na compra de fazendas e carrões, e agora se juntam para tentar dinheiro do governo federal, alegando caos na saúde que eles tanto brigaram para municipalar, alegando que ficaria melhor.

Estamos vendo em que a saúde municipalizada ficou melhor: em seus patrimônios.

___________
Adir Castro

Blogue Marabá 2012 disse...

Cada vez mais fico convicto que o atual prefeito vem propositadamente desgovernando a cidade. E que ele não veio para ficar, mas sim para servir de cabo eleitoral. Não tem outra explicação para tão péssima adminstração.

Não tem como entender, por mais incompetente que seja, alguém fazer uma gestão dessas.

Qualquer pessoa nessa cidade, com um pouco de boa intenção, faria infinitamente melhor.

E aí temos que levar outra coisa em consideração: ele não é incompentente. Se fosse, não teria durado tanto tempo na política.

Aí tem coisa.

Anônimo disse...

Concordo com vc Ademir, este municipio infelizmente está
desgorvernado. prefeito Maurino foi um desastre total, felizmente 2012 está vindo só espero que a população não va acreditar mais uma vez nas promessas deste governop que com certeza vão surgi n justificativas para este monte de besteira que foi feita.

Anônimo disse...

E tem mais, o HMI também pode parar. Pois a Secretária de Saúde firmou acordo com os médicos obstetras para o aumento do valor do plantão de 12 horas. No entanto, o MAUMAU está dizendo que não vai pagar. Sabe-se que os médicos mudaram até suas rotinas para se adequarem ao acordo com a SMS e já se fala que se o valor do plantão acordado não cair na conta no inicio de abril (quando sairá o pagamento dos mesmos) todos vão pedir demissão em massa.

Aí fu.....!!!!