Pages

domingo, 19 de dezembro de 2010

Terrorismo azul maurino

Se todos os servidores públicos marabaenses fossem concursados não passaria por esse tipo de vexame.
É que o ainda prefeito reuniu-se com secretários e assessores e, como diz uma fonte, “meteu a lenha”.
Furibundo e vingativo, Maurino Magalhães disse existirem secretários e assessores que não gostam sequer de pronunciar o nome dele, tem vergonha dele, e por isso vai receber o bilhete azul maurino.
“Vou demitir todos os comissionados, agora dia 31 de dezembro”, teria dito. E quem sair retorna se, após entrevista pessoal com o ainda prefeito, jurar  fidelidade canina de com ele estar em todos os momentos felizes e infelizes para sempre.
Maurino, diz a fonte, “meteu o dedo na cara de muita gente, citando casos de algumas onde ele entra e é tratado igual um cão pirento, ninguém falava com ele. Pois isso não vai mais acontecer, ele vai exigir respeito à autoridade, ele é o prefeito e o servidor deve ter respeito por ele. Maurino também jogou na cara dos secretários que não acompanharam ele na campanha, escolhendo outros candidatos. Ele nomeou os secretários, para defenderem o nome dele em todos os momentos e não é isso que estar acontecendo”.
Por isso começa a corrida por padrinhos para garantir as portarias e manutenção dos cargos, conclui a fonte

Maurino anda insatisfeito com comissionados

9 comentários:

José Coruja da Silva disse...

Mas, Ademir, esse é "o povo governando", é o prefeito sobre o qual profetizavam que Marabá teria duas histórias, antes e depois dele, inclusive os servidores públicos municipais que votaram nele em massa, entre eles os propfesores e o pessoal da saúde. Outra: esse é o prefeito que o deputado Asdrúbal Bentes também ajudou a eleger e hoje até se esconde quando ele está por perto, como o diabo foge da cruz.
Pobre povo de Marabá, que continua a iludir a si mesmo, como o fez também ao eleger essa Câmara que aí está... Um Poder que deveria ser independente, mas que agora na sua totalidade vai comer na mão do executivo, além de ter desnterrado uma perigosa oligarquia que já fez tanto mal ao município.
Fazer o quê?
Indignar-se. Só!

Anônimo disse...

Os cargos são de confiança do prefeito então acho justo que ele faça com eles o que bem entender.

Quaradouro disse...

Inclusive humilhar os comissionados, né das 06:00?

Anônimo disse...

Humilhar não!! Mas foram escolhas politicas!

--Agora nessa mudança de secretariado, adivinham!! MIGUELITO SECRETÁRIO DE OBRAS (alais miguel sempre foi o apaga incendio destes governos) foi na assim na saúde e agora na SDU. Porém, o bicho é macaco velho, cuidado....

Anônimo disse...

o bajulador que não estiver se sentindo bem, que pule da barcaça. Que isso sirva de lição e não entrem mais noutra barcaça furada. Estou falando isso, embora saiba que é pura perda de tempo falar isso pra essas pessoas.

Anônimo disse...

Respeitar o prefeito se este de fato fosse o prefeito. Não parece.

Mas, mais que tudo, deveria ter respeito era com o povo. Cobrar de seus secretários trabalho, atitude, ações concretas. Fora isso, não há prefeito na cidade. Não se tem obras. Não se tem respeito. Não basta querer ser autoridade. Precisa ter moral.

Muitos ganham na moleza. Pra que serve a SICOM? SEEL? SEASP? SEMED? OBRAS? IPASEMAR? GESTÃO FAZENDÁRIA? E etc? Pra nada.

Desista Maurino, você não é autoridade nem em sua casa. Você precisa ter mais coragem, ser macho e botar pra fora quem não lhe serve. Quem não trabalha para o povo.

Quaradouro disse...

Vamos raciocinar um pouco. Lançado candidato, Maurino não tinha certeza de sua eleição e sequer pensou em quem poderia chamar para assessorá-lo, em caso de vitória.
Eleito, não sabia por onde começar. Então optou por manter o secretariado de Tião Miranda, seu desafeto pessoal, fingindo não saber que essa turma lhe nutria o mesmo desprezo de Tião.
Maurino jamais tentou sequer ganhar deles a simpatia ou a tolerância. O que os secretários fizeram com o vice Nagilson em termos de desconsideração e insubordinação,é o mesmo tratamento que dispensaram ao recém-eleito.
Sem qualidades ou meios de convencer esses comissionados, Maurino vem apelando para a ameaça de desemprego.
Só ameaça mesmo, porque a essa altura dos acontecimentos, ele, que não confia em ninguém, aliás, nunca confiou, não tem onde ir buscar gente capacitada para gerir o município, nem mesmo aqui dentro de casa.
Há toda um enorme grupo de curiosos apostando que Maurino, no mato sem cachorro, não vai mexer em ninguém.

Anônimo disse...

Ademir, não concordo com sua avaliação
O Maurino assediou os secretários do Tião ainda na eleição,os que ficaram foram os que traíram o antigo chefe.tais como Shere,Lucidio,Pedrinho,Karan e o Nilton, todos esses e suas respectivas equipes fizeram campanha para o Maurino.
Tambem tem um ponto que vc não estar ligando.Nos cinco meses que o maurino ficou na prefeitura foram esses que lhe deram mais ajuda nas tramoias que ele desejava fazer,tanto que deixou um rombo nas contas da prefeitura de mais de três milhões.
Eu estou para te afirmar, que os antigos não são os eleitos para pegar um chute na bunda, com exceção de dois,mais posso te afirmar que o Lucídio vai continuar.
È ele que estar dando garantia dos milhões ao prefeito.

Anônimo disse...

O Maurino, fez um carnaval ameaçou,xingou e saiu de licença por quinze dias, deixou a missão de demitir para o Nagilson.
Esse prefeito não tem autoridade,nem palavra por isso os seus escolhidos secretários, assessores e demais cargos comissionados na sua maioria fala mal dele,não respeita e tem vergonha.
Será! que o NAGILSON VAI ACEITAR FAZER O QUE O MAURINO NÃO TEM CORAGEM DE FAZER??correndo o risco no retorno, do prefeito, menos estressado. retorne todos ou na sua maioria .
O desgaste politico vai ficar com quem? a pecha de perseguidor, de carrasco,de ........
Nagilson, deixa o maurino assumir a esposabilidade que o cargo de prefeito exige.