Pages

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Gazeteiro

Sob o título "Caso Maurino", o blog do Laércio Ribeiro informa:

"Maurino, o prefeito afastado de Marabá, desembarca na tarde desta segunda-feira (31/01) no aeroporto local, vindo de Belém. Também está sendo aguardado para hoje o pronunciamento do deputado João Salame, informando se decide assumir ou não a prefeitura. Ele tem 5 dias para informar a decisão, uma vez que só hoje é que foi notificado oficialmente pela Justiça Eleitoral.
Polêmica - Está dando o que falar publicação do jornal Gazeta de Carajás, de propriedade do Maurino, em circulação na cidade, afirmando que autoridades lamentam o afastamento dele. Na página 7 do periódico, aparecem nove fotos do prefeito afastado, na companhia de alguns políticos, encimadas pela inscrição: "Autoridades que lamentam afastamento do prefeito Maurino Magalhães". Na lista dos supostos queixosos estão a presidente Dilma Roussef, o ex-presidente Lula, o governador Simão Jatene e até o presidente do Tribunal de Justiça.
O que todos estão querendo saber é se todas essas autoridades porventura enviaram carta a Maurino ou fizeram alguma declaração pública comentando o seu caso e lamentando o seu afastamento. Estaria a presidente Dilma Roussef, que viaja hoje para a Argentina, informada sobre os últimos acontecimentos da política marabaense, ao ponto de se manifestar sobre a decisão da Justiça Eleitoral de tirar Maurino do cargo?
Alguém do jornal Gazeta de Carajás terá de explicar direitinho essa história."
----
Vamos por parte, como diria Chico Picadinho, aquele que matava e desmontava suas mulheres:
A palavra "gazeta", pelo menos no Brasil e pelas bandas de cá, também possui o interessante sentido de "faltar à aula, ou a qualquer compromisso para gazear", ou seja, ficar na gandaia.
Gazeteiro, segundo o dicionário eletrônico Houaiss, é o "que ou aquele que espalha notícias infundadas; mentiroso, noveleiro".
É neste sentido que deve ser entendido o jornal do Maurino, impresso em Brasília com dinheiro ignorado, e supostamente produzido pelo filho do ex-prefeito, aquele que ocupa a chefia da Assessoria de Imprensa, cargo privativo de jornalista, o que ele não é. 
Lula, Simão Jatene, Dilma Rousseff, até talvez se manifestassem no "Caso Maurino", mas para lamentar que sua cassação definitiva ainda não tenha sido decretada pela Justiça.
Sobre o deputado João Salame, estou torcendo para que ele assuma e desmanche as empucas encastoadas na prefeitura há mais de 17 anos.

Caso assuma, João Salame vai ter de desenterrar raízes mais profundas e
maiores de corrupção do que essas aí, enterradas na administração pública 

23 comentários:

Anônimo disse...

Além de improbo Maurino adiciona o estelionato ao seu curriculo.

Blogue Marabá 2012 disse...

Ademir, você que tramita pelos corredores do judiciário, poderia tirar uma dúvida: o juiz do caso Maurino, foi afastado?

É que esse "boato" tá bem longe. Só pra você ter ideia, foi parar na Vila União.

----------------

E quanto o Salame fazer algum desmanche... Sei não.

Em relação as raízes aí da imagem, torçamos para que sejam desenterradas, e não enterradas ainda mais fundo. Não é?

Blogue Marabá 2012 disse...

Ah, e quanto a esse meu comentário sobre enterrar e desenterrar raízes, entendam que ele não foi direcionado a A ou B, mas sim a todo o alfabeto. Vale para qualquer um que venha assumir a prefeitura, hoje, amanhã e depois de amanhã.

Tô fazendo esse complemento para que não me acusem de está acusando a algum político de desonesto. Longe de mim tal leviandade.

Anônimo disse...

É isso ai, só em Marabá que acontece de tudo, oh terra de muro baixo, rsrsrsrsr.......

Quaradouro disse...

A quem interessaria o afastamento do juiz Cristiano Magalhães?
à Justiça de Marabá é que não seria. Nem à sociedade, beneficiária da mão forte com que atua.
Vila União não é aquela favela onde o ex-prefeito foi apregoar a mentira de que iria de-sa-pro-pri-á-lo e ur-ba-ni-zá-lo, assim como de-sa-pro-pri-ou e ur-ba-ni-zou as terras da Lucinha, do Seu Aurélio, do Km-07?
Eu fico encantado como é que tem tanta gente ainda acreditando no que diz ou promete o ex-prefeito...

Anônimo disse...

O jornal é de propriedade do prefeito e do Marcus Davi sec. de representação em brasília. Alguns textos, de tão ruins, parecem ser escritos pelo próprio prefeito. Anunciar o apoio das autoridades sem uma carta, e-mail, telegrama ou qualquer outro documento é realmente utilizar a imagem alheia sem nenhum senso de responsabilidade.

Quaradouro disse...

Se o Salame assumir e não fizer a devassa nas contas públicas nem desmontar "os arranjos intestinos", aí quem sai derrotado é ele.

reporterchagasfilho disse...

Esse jornal é aquele da "traJédia"?

Blogue Marabá 2012 disse...

A Vila União fica na zona rural de Marabá. Esse bairro, São Miguel da Conquista, fica pras bandas do Belo Horizonte.

Inclusive, uns dois domigos atrás, os moradores desse bairro fizeram uma reunião lá naquela igreja que fica na entrada do bairro e fizeram uma votação sobre o aceite ou não da proposta do proprietário da área.

Não fui lá assitir e nem ouvir de perto. Ouvia o discurso deles numa distância, cerca de uns 60 metros. Mas vi que havia muita gente concentrada nessa reunião.

Pelas palavras do orador da reunião, a grande maioria aceitou os termos impostos pelo proprietário. Ao que parece os moradores e proprietário chegaram a um acordo, sem a presença e participação do poder público, que se for comprovado o acordo, deixará claro uma coisa: o poder público só atrapalha, já que quem está no comando dele é político e usa essas situações para enganar e tirar votos dos ansiosos e carentes.

Não posso afirmar categoricamente, mas pelo desenrolar das conversas nessa reunião, o acordo foi fechado... Isso se ninguém deu pra trás em última hora, como é comum acontecer em qualquer negociação.

A cidade cresceu e cresce, graças a vontade e a força da população.

Laércio Ribeiro disse...

Mano velho,

Esta do gazeteiro foi boa, muito boa mesmo. O Maurino, pelo visto, não acerta uma. Nem o nome do próprio jornal. Ou será que foi proposital? Bom, seja como for, que ninguém mais esteja inocente quanto ao verdadeiro significado do termo gazeteiro.

Anônimo disse...

Pagão, o babaca que chefia a (inoperante)ascom não é filho do maurino, mas irmão.

Quaradouro disse...

Pois é, Chaguinha. TraJédia editorial, redacional, linguística, gramatical e possivelmente para os cofres públicos, que podem estar financiando a esbórnia.

Anônimo disse...

Caramba!! esse blog tá parecendo um bate papo de amigos jornalistas numa mesa de um bar virtual !!??! Poxa! meus amigos jornalistas..vamos moderar...cadê os comentários de seus leitores? Tô aqui preocupada com o futuro de minha cidade ,que nem moro mais..mas que tenho amigos e parentes.e vcs.jornalistas tão se criticando...doídos com o outro jornalzinho que circula...vamos debater com maturidade e fazer uma reflexão...dos nossos políticos que só querem "enterrar " o municipio pro buraco.E vcs meus caros comentaristas e jornalistas vcs parecem mais lavadeiras do que bloqueiros ...ajudem a população refletir e não denegrir ok??? um abço.Ademir,Laercio,chagas etc.etc Será que vc. vai publicar essa Ademir??

Quaradouro disse...

Opa, êpa, êba!
Da parte que me toca, moça das 22:51, QUARADOURO é lugar de lavadeiras. E de menino mal ouvido que a mãe leva pra beira para não perder de vista.
E se a gente fica tratando da esbórnia administrativa e política, a senhora pelo menos deve admitir que há unanimidade na opinião dos jornalistas.

Anônimo disse...

Vamos melhorar este blog..Sr. Ademir..porque a conversa mais parece de boteco entre amigos.Torça mesmo pra ele assumir...ele realiza o sonho dele e a cidade vira um pesadelo...e vc. FELIZ com um jornalista que nem vc. assume como prefeito.NÃO ELEITO pelo povo.

Anônimo disse...

..é Senhora ..no trocadilho foi isso que entendi..do Quaradouro...porque sou leitora do seu blog e admiro o seu trabalho...mas onde estão os comentários de seus leitores?? ou só é pra jornalistas ?? ..como vc.mesmo disse na opinião dos jornalistas há unanimidade..então desculpe ..quando eu ver que tem mais comentários com opiniões sem ser só de jornalistas eu "clico " de volta.

Quaradouro disse...

Muito bem, Senhora. Vejo que a Senhora não passou do "Gazeteiro". Senão teria visto pelo menos 3980 comentários - e não só de jornalistas.
De qualquer forma, obrigado pela visita. E se já vai, cuidado com esse batente aí, na porta de saída.

Quaradouro disse...

"Vamos melhorar este blog..Sr. Ademir..porque a conversa mais parece de boteco entre amigos.Torça mesmo pra ele assumir...ele realiza o sonho dele e a cidade vira um pesadelo...e vc. FELIZ com um jornalista que nem vc. assume como prefeito.NÃO ELEITO pelo povo."
Ora, eu faço o que posso, madame!
Já a Senhora, nostálgica do Maurino, e cheia de preconceito contra os botequins, lugares do povo que a senhora também não tolera, como não tolera jornalistas independentes... O que a Senhora ainda espera da pocilga em que Maurino transformou Marabá?
Sim, cuidado com o batente aí na saída!

Anônimo disse...

Não sei não "pagão"..essa postagem de GAZETEIRO.Vcs e seus colegas da imprensa,jornalistas como disse a senhora lá em cima..É por isso que vcs. tão torcendo pro Salame.Olha só,ele é jornalista,a mulher dele também..ele tem um jornal..Eita coisa boa pra vcs..hein amigo??Pronto ele assume e na prefeitura tem um bocado de cargos que vc.pode optar: procurador,assessor de comunicação,secretário de cultura...e vcs podem até fazer um jornalzinho bem bacana pra circular igual o gazeta(melhor claro!!) Vou torcer daí eu volto pro "Marabás" e vc me arruma um emprego..vcs e seus amigos jornalistas valeu!!!? pega essa meu irmão!

Anônimo disse...

PROCON de acordo com a lei orgânica do Município deveria ter um coordenado bacharel em direito. Veja quem é a coordenadora lá.

Quaradouro disse...

A questão, fariseu das 10:52, não é o fato de sermos jornalistas ou não. Devo lembrá-lo que sou, também, advogado, função que exerço há dez anos, algumas cumulativamente com a de jornalista, que sou desde 1972,
A questão, fariseu sem propósito, e o município de Marabá, que para você parece não ter a menor importância, ou então está mamando nas tetas do caos instalado há mais de uma década entre nós.
E não me vem com suspeição de corporativismo entre jornalistas que isso não existe: na profissão, patrão é patrão e empregado é empregado - cada qual no seu quadrado.
Profissional liberal e autônomo por essência é quem fica ralando o paletó nos janelões das secretarias de varas judiciais.
O resto é a sua má-fé periférica, de possível beneficiária da esbórnia que aí está. E, por favor, PAGÃO é um apelido que me vez desde nascimento e é de uso privativo dos amigos de longa data e que se dão ao luxo de me tolerar.
E se você não sabe, tenho mais de vinte e cinco anos de serviço público honesto em Marabá, São João do Araguaia, Assembléia Legislativa do Estado, Câmara Municipal.
Posso dizer o mesmo de você?

Anônimo disse...

Ô DEMIR! Eu tava olhando os currículuns dos secretários do Malino e vi duas garfes faraônicas. Diz que o secretário de esporte é formado em Educação Física pela UFPA, mentira, a UFPA nunca ofereceu graduação em Educação Física,na verdade, por uma questão de carência deste proficional, em Marabá e regiões longínquas do estado, nos anos oitenta, os municípios enviaram para Belém dezenas de candidatos para fazerem uma tal de Licenciatura Curta na antiga FEP, hoje UEPA, mas depois da constituição de 1988 com a nova LDB, essa meia sola foi banida. Daí, ou o cara procurava fazer uma graduação ou complementação ou não era mais professor de Educação Física merda nenhuma, o que é o caso deste secretário marionete, que depois veio a fazer Pedagogia só pra ter um curso superior. No currículum do secretário de Comunicação, irmão do prefeito, diz que ele tem dois cursos de comunicação , jornalismo e marketing, só se fez pelos correios. Eu o conheço a uns seis anos e até onde eu sei, ele nunca terminou nem o ensino médio, só se foi pelos correios também. Tá vendo? CEBINHO.

Anônimo disse...

Ô DEMIR! eu sou um cabra bom, 26 anos de estado, concursado, dez de Marabá, concursado, graduado numa das melhores instituições do Brasil, nasci na roça e que roça, penei que só charuto em boca de bebo mas, nunca prevariquei e não devo porra nenhuma, nem um bom dia pra polícia, justiça ou político vagabundo, me adoro, sinto muito orgulho de mim mesmo. Posso chamar você de Pagão? CEBINHO.