Pages

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Ninguém quer bulir na Pererelka

Está hoje no blog do Hiroshi Bogéa:


Ecos do "Caso Elka"

O "Caso Elka" tem algumas situações merecendo comentáirios.
Aos ítens.
1- Concluído o relatório da Comissão Especial de Investigação, a discussão dele, em plenário, será amparada pelo clima de corporativismo, ou a maioria dos vereadores está mesmo empenhada em corrigir os desatinos da vereadora investigada, aprovando alguma punição, supostamente a ser sugerida pela CEI?
2- A votação, em sessão especial, será aberta, com cada vereador declarando sua posição, ou o regimento interno facilita a camuflagem da votação, através de escrutínio secreto?
 3- Caso prevaleça o voto secreto, desde já o blog  destaca este fato à população, pedindo para todos ficarem alertas. E sugere, àqueles vereadores envolvidos na seriedade da apuração,  transparência de seus votos, Quem for contra as bandalheiras, declare  abertamente punição à vereadora, deixando na esparrela os favoráveis às safardanas.
4- O advogado Inocênio Mártires, constituido pela vereadora Elka, andou  costeando o alambrado (*). Do jeito que chegou, assim como quem não quer nada, saiu da sala onde se reúne a CEI.
Do alto de sua fama, o competente profissional quis mandar recados aos integrantes da Comissão, como a que chegou a sugerior  a alguns vereadores  presentes naquele momento no prédio, para que eles não "levassem a sério a posição radical do Ministério Público", conforme contou servidor de um parlamentar.
5- Dos três integrantes da Comissão Especial de Investigação, o poster confia plenamente no trabalho desenvolvido até agora pelas vereadoras Toínha Carvalho (PT) e Irismar Sampaio (PR). Essas duas pessoas estão empenhadas em levar até o fim o caso, buscando a prevalência da ética e da moralidade do legislativo.
O mesmo, com todas as letras, o blog não pode dizer do vereador Leodato Marques (PP), terceiro membro.
Esse moço tem feito um esforço arretado para tudo terminar em pizza.
Se depender dele no plenário, Elka Queiroz não deverá sofrer nenhum dano.
O pastor é buliçoso, muito buliçoso.
Amanhã, voltaremos a tratar deste assunto.
------------------
NB: (*) Expressão imortalizada por Leonel Brizola,  própria para designar comportamento de gado propenso à fuga

9 comentários:

www.maraba2012.blogspot.com disse...

Sinceramente falando, nunca acreditei que a vereadora viesse a ter o mandato cassado.

Não sabemos também do grau de envolvimento dos demais vereadores em "negócios" estranhos. Ela deve saber.

Sabendo ela de alguma coisa, nos bastidores deve estar acontecendo negociações ou extorsões. Nessas situações todos querem tirar dividendos políticos e eleitorais.

E aí tem um outro agravante: Qual foi o vereador que não aceitou o carro?

Isso por si só mostra a falta de autoridade moral que os demais vereadores tem para pensarem em cassação.

A única diferença que vejo entre ela e os outros vereadores, é que dos outros ainda não sabemos das multas e nem do roteiro dos carros.

O certo seria que todos fossem cassados por nós, nas urnas, agora em 2012. Sem exceção.

Anônimo disse...

Nesse antro, ninguem tem respaldo moral pra julgar ninguem. É como diz a música, ¨Se gritar pega ladrão, não fica um¨, põe o refre pra gelar e aguarde a pizza a la ciciliana ou a la camorra. Um abraço Demir... Do seu fã, CEBINHO.

Anônimo disse...

Adenir,
Sinceramente, gostaria de saber porque o Hiroshi está tao afinado em cobrar, exigir, cronometrar o fim deste caso.
Que interesses tem ele?
Parece ser pessoal e acho um pouco estranho. Tem algo de podre no reino da Dinamarca.
Como diz minha velha e sabia mae: "todo mundo quer ser certo e a LUA falta uma banda".
Nao estou fazendo apologia a vereadora, pois se trata de apenas um caso com uma idiotice de um carro que tava na casa do caralho...
Agora tem coisa, Ademir, muito pior acontecendo aqui em Marabá e pra mim não quero tirar a importancia desta situação que tem de ser resolvida, mas não adianta ficar usando de espaço pessoal para fins que nao sabemos a quem será beneficiado.
Deveriamos investigar é a locação destes carros, o racha do dinheiro, vereador que tem trabalhador escravo, compra de votos para eleger presidente por valores altissimos, entre outros podres da Camara Municipal de Marabá.
Obrigado e Bom dia.

Quaradouro disse...

Melhor você rever o blog do Hiroshi, das 08:32. Ele tem erguido bandeiras de lutas notáveis em Marabá e região. Vê, por exemplo, a quantidade de prefeitos corruptos que ele denuncia.
No caso da Pererelka, também acho que ela não deve ficar impune.
Se for cassada, será medida exemplar.
O caso da locação dos veículos também é um escândalo. Dizem, e parece provável, que a locadora é justamente propriedade da turma que ganhou a licitação para construir a nova Câmara.
Esta informação circula desde que Miguelito assumiu a presidência e, de lá, o contrato vem sendo mantido por quem o sucedeu.
Se o Hiroshi diz as coisas com paixão, é questão de estilo. E espero que ele continue assim.

Hiroshi Bogéa disse...

Ademir, esse rapaz aí anônimo (ou moçoila?!) deve estar preocupado com o futuro deles, caso a Elka seja punida, nem que seja punição franciscana. Enquanto essa investigação não for concluída, como deve ser, estarei de guarda. E tem mais gente na Câmara Municipal. Falta apenas um documento. Se aparecer na mão aqui do seu amigo, vou escandalizar, do mesmo jeito estou fazendo nessa questão da vereadora. Abs e obrigado.

Anônimo disse...

Caro ademir, se o hiroshi quer escandalizar, denunciando vereador, tem coisas mais serias acontecendo envolvendo vereador e prefeitura, onde o dinheiro publico ta indo parar nos bolsos de um grupinho que tem se ajoelhado e dito amém pra muita merda do gestor municipal;
-Tem vereador, alugando caminhões, caminhonetes, carros pequenos
-tem vereador, com varias empresas participando de processo licita- tório so para esquentar o processo
-E esse mesmo vereador, passa as notas mais as obras não foram feitas
-Tem vereador, vendendo piçarra e dando notas para a prefeitura.
-Tem vereador(s), que vendeu o voto pra eleição para presidente da casa.
-Tem vereador, que comprou o voto.
-Tem vereador(S) recebendo mesalinho.
O caso Ismaelka é grave e deve se punida,mais tem muitos mais casos acontecendo naquela casa que merece não só a atenção do Hiroshi mais de todos nós.
-O contrato do luis Fernando, um grande assunto que gera muitos questionamentos.
São tantos os assuntos, que a câmara fornece para um grande jornalista invertigativo, que se tiver interesse, desejo , comprometimento com a verdade, ta na mão.........
vamos esperar respostas do blogueiro comprometido com verdade.

Quaradouro disse...

Você, das 23:41, parece estar por dentro dessas coisas que relaciona como fatos corriqueiros na Câmara.
Não obstante, parece aguardar que a imprensa (o Hiroshi ou qualquer outro da área) venha a fazer as denúncias das falcatruas com dinheiro público que você sabe bem, mas não tem coragem de denunciar.
Que é isso?
A Constituição Federal considera ser dever de qualquer cidadão denunciar os crimes praticados com dinheiro público!
Não lhe custa nada ir ao Ministério Público e fazer a denúncia, pedindo reserva do seu nome para evitar retaliação.
Ou, então, mande para a imprensa documentos, fotos, contratos de locação de veículo, comprovação de firmas fantasmas - o que for possível juntar como prova material dessa patifaria - que o resto a gente faz!
Se ele não quiser fazer, eu faço!
O que é inaceitável é a gente calar-se diante do descalabro.
Se você quer conversar, me chama. Me conta. Me dá os detalhes.
Para isso existem recursos e caminhos.
Se a imprensa local, por conveniência ou outros interesses, não quiser publicar as denúncias, a gente faz panfletos e distribui na praça, nas ruas, leva às autoridades judiciárias.
Então, dê o passo inicial.
A gente espera e confia na sua integridade.

Blogue Marabá 2012 disse...

Ademir, o temor do anônimo é compreensível. Todos sabemos que a impunidade impera nesse país, em Marabá não seria diferente.

Esse serviço de proteção é uma piada. A pessoa que denuncia geralmente tem seu nome espalhado no ventilador, mesmo estando sob proteção. Creio que por isso o anônimo não vai lá pessoalmente e faz as denúncias. Infelizmente a verdade é dura: confiar na justiça brasileira é correr risco de morte.

Mas acho que pelos detalhes que ele passou, deve ter algum material arquivado ou então tem acesso e facilidade para coletar esse material. Se tem, ele pode também denunciar anonimamente.

Creio que ele pode pegar todo o material e distribuir nos MP Estadual e Federal, Polícia Federal e Civil, e pra imprensa, mesmo que os casos não venha a tona.

Infelizmente temos medo de encarar esse pessoal. São muitas pessoas envolvidas nesses esquemas de ganhar dinheiro fácil em cima do erário. Se eles se virem sem essa boquinha, matam mesmo.

Mas em todo caso, vale a dica: faz a denúncia anonimamente.

Anônimo disse...

Moço das 03:24, não é falta de corágem em denunciar, é que as instituições estão tão desacreditadas que só nos resta desabafar nos blogs da vida. Do jeito que a coisa anda, tá arriscado o cidadão de bem ir ao MP denunciar e sair de lá com sentença de morte decretada. Quantas denuncias foram feitas contra Maurino e sua trupe até hoje com farto conjunto de provas? e ele cada vez que vai ao forum sai sorrindo de nossas caras? Não é certeza de inocência, é certeza de impunidade mano. O judiciário e seus seguimentos é o maior parceiro dos piores bandidos deste país. Porque que o Jader, o Maluf, o Sarney e cia são essas anacondas hoje? foram cevados ao longo de décadas pela conivência, omissão e ou até cumplicidade do judiciário servindo de referência e jurisprudência à centenas de Maurinos e Adécimos, sempre apadrinhados pelos Mários Coutos da vida. Ai que vida! Só DEUS. Um Abraço, CEBINHO.