Pages

terça-feira, 27 de julho de 2010

Interagir é a questão

Postei em 20 de julho que este Quaradouro passara dos 70.000 visaitantes.
Hoje, 27 de julho chegamos aos 71.128, ou seja, à média de 161 acessos diários.
Pena que as discussões sobre os rumos da região (a luta pela terra, a qualificação da representação política, a reforma agrária, a crise do latifúndio que já dura 40 anos, os grandes projetos que mais excluem do que agregam a mão de obra regional, os pontos comuns que interessam a todos os municípios do sul e sudeste do Pará), ainda não ganharam a abrangência sonhada.
Mas, vamos que vamos!
Quem sabe a gente começa a fazer reuniões públicas para discutir todas estas pautas, mobilizando organizações não governamentais e a própria sociedade atingida por toda essa tsunami. 

3 comentários:

Mural de Marabá disse...

ASSIM CAMINHAMOS RUMO AO PRECIPÍCIO

Nos falta politização e alguns temas exigem conhecimento com profundidade. É diferente do cotidiano.

É mais fácil comentar, opinar e se interessar pelo assunto vivido no nosso dia a dia, esses que vemos ao sair de casa, ao andarmos nas ruas, em nossos locais de trabalho, que ouvimos dos outros, do que a esses outros que exige conhecimento de causa para debatê-los. E somente o pessoal envolvido diretamente nalgumas dessas questões é que podem emitir pareceres.

É como o caso do jornal impresso: a maioria vai direto nas páginas policiais. Lendo e vendo ali o restante do jornal não diz mais nada para ele. E os donos dos jornais e meios de comunicação se aproveitam desse costume que eles mesmo criaram na população e dedicam até de quatro páginas somente para mostrar o lado criminoso das pessoas e da cidade.

Não é jogar o lixo pra debaixo do tapete, mas não se devia dar tanto ibope assim ao tema. Penso.

A maioria de nós foi alienado. E os poucos que não foram, ninguém lhes dá ouvidos.

Coloca-se uma enquete sobre um tema relevante e outra enquete sobre futilidades tipo a vida das personalidades. Dá pra saber qual enquete será mais acessada, né?

Anônimo disse...

Então começamos pelo debate em tornoda construção da AHE Marabá (Hidrelétrica de Marabá)

Anônimo disse...

Parabéns! pelo blog, pela maneira coerente e seria que você trata as noticias.diferente de alguns blogueiros que alugaram seus espaços para partidos e candidatos, desvirtuando as noticias, e as verdades.Nesses casos, o publico ta sendo cruel... o blog ta abandonado pelos usuários.