Pages

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Nero

Segundo consta, enquanto o circo pega fogo em Marabá, o vice Nagilson Amoury  está em Salinas, conferindo as ondas do Oceano Atlântico.

Pensando bem...
Enquanto isso, a crise da administração parece causar nenhum dano à rotina existencial da sociedade.
Prova que, se não existissem prefeito, vice e os vereadores que temos, possivelmente estaríamos mais bem servidos.

30 comentários:

Mural de Marabá disse...

Segundo li no blogue do Hiroshi, a construção do estádio municipal de Marabá terá suas obras iniciadas em uma semana, mas precisamente pelo dia 8 de agosto. Com isso o prefeito reconquistará a simpatia perdida entre seus súditos e tudo voltará a normalidade no restante de seu governo.

Qualquer semelhança com Nero, pão e circo, é mera coincidência.

Isso ainda poderá acabar em reeleição: o povo gosta.

Quaradouro disse...

Faz sentido. O povo bunda lá de Ipixuna tocou fogo em prédios públicos porque a Justiça cassou o safado de lá pelo mesmo crime do Maurino.
Em não sei se o povo de lá difere do povo bunda daqui (esse que vota em Tião, Nagib, Maurino e o resto), então só resta esperar para ver como é que fica.

Anônimo disse...

Se votar no Tião Miranda é ser povo bunda, assumo:SOU POVO BUNDA!
E o senhor o que é?
Pertence alguma categoria de povo de outro orgão mais nobre?
Sou seu leitor assíduo e me sinto ofendido quando fala do povo com esse ar de superioridade de quem pertence a alguma elite abastada.
Menos, senhor Ademir, por favor menos orgulho!

Quaradouro disse...

Votou também no Maurino, eu presumo. Na Irismar. No Adelmo. No Hilário da Ótica. Pois é...
É por causa dessas coisas que o município mais importante do sul do Pará está politicamente na merda.
E teu conceito econômico de elite tem critério econômico, isto é, só é elite quem tem dinheiro, né, abastado...
Talvez isso explique sua paixão pelo Tião autoritário e, agora, riquíssimo...

Anônimo disse...

Sempre achei Mural de Marabá pendante!
Tanto que nem leio o que escreve.
Sempre fala mal do povo como se fazia no tempo da escravatura.
Mas o Drº Ademir?
Não, não aceito!
De jeito nenhum, não cabe no seu perfil de HOMEM DO POVO, SENSIVEL ÀS COISAS QUE AFETAM O POVO.
O admiro muito, não estrague isso com comentários ardilosos e que magoam a mim: O POVO.

Anônimo disse...

Sou eu, o povo anônimo comentando de novo.
Como o admiro, não irei replicar sua resposta dura e preconceituosa.
Quero preservar meus sentimentos como estão: admirando-o muito.
Ótimo escritor, maravilhoso filósofo das causas que afetam a sociedade.
Leio seus artigos com enorme prazer.
Bom ler algo de qualidade, que nos faz refletir.

Mas, sim voto no Tião bundão.
Não, não votei em nenhum dos atuais políticos.
E não tô nem aí pra riqueza do Tião, nem conheco-o pessoalmente.
Textos como os seus me fascinam mais que dinheiro.
Ok?

Anônimo disse...

E agora, Nêgo véi, não vais responder este último repto aí do anon 22:20?
Tô aguardando a resposta, isso ficou bom.
PS. Faltou botar o Salame nesse meio, ou não?

Dr. Valdinar Monteiro de Souza disse...

Não sou povo bunda não, mano velho. Sou não!... Mas (rindo para não chorar), pensando bem, já fui: votei no Maurino. Rapaz, que lucura que eu e milhares de outros eleitores fizemos! Ainda bem que arrependimento não mata, arrependimento produz mudança para a vida; o que mata, porque leva ao suicídio, como levou Judas, é o remorso.

Andre Ribeiro disse...

Parabens Dr Ademir pelos seus comentarios retrucados de um anonimo acefalo.

Sabe que temos divergencias. Agora esta de defender, o Bilionario Tiao Miranda, como fez o anonimo me dá nauseas e ver que esta pessoa não sabe a noção do perigo em ressurgir uma pessoa perigosa, traiçoeira e vingativa como TM é maligno para nossa sociedade.

Ouvi falar de uma pesquisa que diz que ele está na frente para o carguinho de "deputadozinho" como ele mesmo defere a este representante do legislativo.

Uma pessoa desta devia ser banida da politica.

O Interessante é que politico como o Tiao pode estar abastado de dinheiro mas, o poder, a vaidade pela vida publica não acaba senao eles morrem, deixam de ser paparicados pelos seus assessores e gastar dinheiro.

Parabens, novamente. Faze suas palavras, as minhas.

Quaradouro disse...

Admito que exagerei e fui injusto. Peço minhas desculpas, portanto.
Se vale alguma justificativa, devo dizer-lhes que minha tolerância zerou de vez com os maus políticos e essa administração predatória, estou há quase um mês sem água em casa, vivendo de baldes trazidos dos postos de combustíveis (era só o que falta - pegar ÁGUA em POSTO DE GASOLINA...), e uma virose me derrubou quatro dias com febrão.
Não tem saco que aguente!
Mas não tenho o direito de despejar essas porcarias em ninguém.
Por favor, desculpem o exagero.

Mural de Marabá disse...

Anônimo do 30 de julho de 2010 das 22:12.

Confesso que sou obcecado com detalhes sobre determinados temas, por isso me alongo nos comentários sobre eles. Não sou perfeito, mas confesso que sou perfeccionista nalgumas situações: gosto de tudo bem explicadinho nos seus mínimos detalhes, e rápido. Até em rabiscar esse texto sou detalhista: apago, refaço, revejo, altero, troco sentenças de lugares, abro parágrafos e fecho.
.. até achar que está bom. Pode não está, sei disso.

Podem até chamar de distúrbio ou coisa parecida: apenas sou questionador e crítico. Mas tenho hombridade para dar o braço a torcer quando estou errado.

Não falo do povo, falo de todos e não falo para ofender, inclusive me incluo dentro desses comentários. Também não uso termos pejorativos. Nunca me coloquei acima de ninuguém e jamais faria isso. "Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém" (Biquini Cavadão).

Não fiz o blogue Mural de Marabá para mim, mas para quem mais quisesse mandar um recado por e-mail e pessoalmente, claro que assinando o que manda. Por isso dei o nome de Mural.

Tá vendo quanto detalhe para responder a seu comentário?

Sou assim mesmo.

Abraços.

Dr. Valdinar Monteiro de Souza disse...

Pedir desculpas por que, mano? De quê?... Olhe, você sabe minha opinião acerca dos tais anônimos. Sinceramente, meu Pod.'. Ir.'., há ocasiões em que, lendo seu blogue, fico zangado com você, por você dar vez e voz a certos anônimos que não as merecem. Caramba! O cara quer criticar, quer falar? Pois que assuma a responsabilidade, assine os comentários e ponha a cara aí, como eu faço.
Sinceramente, penso que você não deveria jamais postar muitos desses comentários anônimos que posta. Há comentários anônimos que até se justificam, quando é o caso de servidores que temem as represálias insanas e covardes desse governo. Há, contudo, inúmeros comentários anônimos que são publicados SEM A MENOR RAZÃO DE SER para o anonimato.
Repetindo: você não tem que pedir desculpas a ninguém aí, pois simplesmente respondeu corretamente, à altura.

Anônimo disse...

Caros Drs. Ademir e Valdinar, acho uma tremenda covardia do Dr. Nagílson, neste momento, sim, era prá ele assumir e colocar em pratos limpos a sua alegada condição de inocente em toda essa situação de furto do dinheiro público levada a efeito no governo do alcaide Mauindo. A não ser que lhe falte coragem para tal ou, ainda, realmente faça parte das falcatruas. Em 01.08.10, Marabá-PA.

Anônimo disse...

Ademir
Vejo a sua manifestação como um ato de indignação, pois aqui falta água, remédios,hospital,segurança, escolas e por aí vai...., mas indignado, também,fico eu aqui a pensar duas situações, primeiro, o cidadão vir a defender o Tião que todos conhecemos de Marabá, que economicamente nunca foi rico, nunca ganhou na loteria e nem casou com mulher rica, hoje após os anos na P.M.M., é um dos homens mais rico desta cidade é brincadeira, cadê a receita federal pra cruzar os dados e descobrir de onde veio tanta grana,segundo, o Nagilsom na praia o Maurino no Rio de Janeiro, pra assistir o jogo no Maracanã amanhã, na tribuna, e não vai comparecer a audiência pois o Glicéri Jr.deu um atestado até quarta feira, e ele só volta na quinta, isso , só nos leva cada vez mais, termos um só único direito, a INDIGNAÇÃO.

Anônimo disse...

Nos temos políticos que nos envergonham com certeza, eu ate compreendo o Pagão, no seu desabafo de indignação contra a classe.
Mas nos cometemos um erro maior,quando jogamos todos numa vala comum.
Eu voto no Tião,pelo trabalho que ele fez em marabá,pela maneira que ele administrou e deixou a prefeitura saneada.
A campanha orquestrada contra o Tião, são os mesmos que financiaram a campanha do atual prefeito e estão lavando a burra de ganhar dinheiro da prefeitura.

Anônimo disse...

Parabéns!!!
Ademir, rever posições é digno,pedir desculpas é magnânimo.E você foi maravilhosa como sempre.
Nada me impressiona a Posição do Valdinar, advogado,funcionário Publico, crente evangélico, se diz poeta e com tanta soberba.
A democracia nos permite a situação de anonimato, quando você diz no meu blog e aconselha o Ademir a não aceitar, você mostra o quanto vc é pedante, arrogante com seus conhecimento decorado de leis, de português e de poesias.
Mas vamos voltar ao que interessa, eu também estou sem água nas torneiras...

Anônimo disse...

Malignos, são os empresários que financiaram a campanha do maurino, mesmo sabendo que ele não tinha condição de governar nossa cidade.Mas a intenção era de se aproveitar do governo:Um titulo de terreno,avançar na rua, pagar uma divida que legalmente não existe,um contrato imoral, compra de carros,emprego de mulheres, amantes e filhos dos amigos,eu debulhar aqui varias vantagens que os empresários miraram ao financiar o maurino para prefeito.

Quaradouro disse...

Você, das 08:29, está sendo injusto com Dr. Valdinar, uma fonte de integridade neste Estado e neste País. Às vezes ele parece duro, até duro demais,tudo porque está difícil pensar que estamos a deixar para os herdeiros uma cidade que parece acabar-se pelo fundo como côfo velho.

Dr. Valdinar Monteiro de Souza disse...

Para o santinho ou a santinha do pau oco das 08:29 de 1.º de agosto:

Soberba e pedantismo, aliados a uma covardia inominável, é tudo isso que você faz em relação a minha pessoa, ó basbaque de plantão! Você diz que eu tenho “conhecimento decorado de leis, de português e de poesias”. Não é bem isso não, mas, tudo bem: muito obrigado pelo reconhecimento. E você – diga para nós – o que você decorou na vida?

Para seu conhecimento, vai um trechinho decorado da Constituição Federal de 1988: “Art. 5.º TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI, SEM DISTINÇÃO DE QUALQUER NATUREZA, GARANTINDO-SE AOS BRASILEIROS E AOS ESTRANGEIROS RESIDENTES NO PAÍS A INVIOLABILIDADE DO DIREITO À VIDA, À LIBERDADE, À IGUALDADE, À SEGURANÇA E À PROPRIEDADE, NOS TERMOS SEGUINTES: [...] IV – É LIVRE A MANIFESTAÇÃO DO PENSAMENTO, SENDO VEDADO O ANONIMATO;”

Ah!, sim... Eu não digo que poeta, embora até possa dizer que sou, pois tenho poemas já publicados em três livros. O que sempre digo é que sou cronista, e cronista meia-tigela. Você, além da inveja, da soberba e da impureza, disse meia-verdade, e simplesmente o fez com a vontade insana e covarde de ofender a minha pessoa. Olhe lá! Inveja não mata, mas adoece – já diziam nossos ancestrais, do alto de sua sabedoria e pureza. Vejo tanta inveja, impureza e soberba em sua falsa humildade, que dispensam mais comentários. Vai-te para o lugar que está preparado, ave agourenta!

Dr. Valdinar Monteiro de Souza disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Ei, esqueci. Meu nome é Carlos Eusébio - moro em Tucuruí -Pa.

Anônimo disse...

Caros amigos, Pelo que sei o Dr. Nagilson está com a filha passando em consulta em Belém. Nada de Salinas. Se ninguem se lembra o Dr. Nagilson teve a filha por mais de 1 mês numa UTI logo depois que nasceu.
É brincadeira isso!!
Pagão, você que conhece o homem por que você não ligou pra ele pra saber e foi logo colocando essa informação de Salinas??

Anônimo disse...

CARO pagão:
Suas palavras de indignação e revolta ,é a voz do povo pobre e oprimido,por isso meu velho amigo,não se envergonhe e nem tão pouco tente se desculpar.
Sua palavras escritas revigoram a minha alma assolada por pensamentos nefastos e perigosos,ao ler seus comentários sobre essa cambada de vilões e criminosos inescrupulossos meus pensamentos malignos somem e tomam outras dimensões.
Pagão estive com mais três amigos fazendo uma viagem rumo a uma pescaria e finalmente consegui ver o que a ALPA e a VALE irão fazer com o meio ambiente e o povo ribeirinho. Pagão meu coração já está chorando.A natureza vai cobrar caro de nós. Acabar com o eco sistema da região assim como fizeram em Tucurui e áreas adjacentes,expulsar e aniquilar milhares de animais,de todas as especies,acabar com o meio de sobrevivência do povo das águas.Eu choro agora nesse momento,as lagrimas caem e meus pensamentos se voltam para uma geração que não vai conseguir ver o que DEUS criou e o Homem e o Capitalismo Selvagem vai aniquilar da face da terra.
PS. Se eu me identificar,irão me perseguir.Eu tenho medo de mim.Sou pobre,honesto e trabalhador e não suportaria tamanha afronta.

Quaradouro disse...

10:42:
Dr. Nagilson e eu temos vários amigos em comum, aos quais procurei para que me dessem o fone dele. Fui informado, então, que até ano passado ele possuía quatro números, mas não atendia nenhum, devia ter seus motivos. “Talvez tenha mudado de linha”, sugeriu um amigo. O certo é que não consegui fazer contato com ele. A informação de que estaria em Salinas é de fonte próxima do Executivo.

Anônimo disse...

Pagão,
A tal fonte próxima do Executivo só quer colocar lenha na fogueira.
Aliás, a tal fonte não te informou que o vice estava com licença já solicitada e protocolada há mais de um mês e que não podia assumir a prefeitura naquele período? E que o Dr. Nagilson estava presente na audiência e que depois retornou ao seu período de licença para resolução de problemas pessoais? E que na segunda feira (02/08) já assumiu o cargo numa nova ausência do Maurino do Município?

É rever suas fontes!! Ou melhor confirmar as informações antes de solta-las assim.
Conheço a sua honestidade e a idoeidade do seu Blog. Entendo que isso possa ter sido um ato falho.

Um grande abraço, Pagão.
Parabéns pelo seu Blog e por ser essa pessoa combativa e aguerrida de Marabá.

Quaradouro disse...

ô das 15:38:
Ato falho é o cacete! Não vem de freudianismo barato! E minha fonte é confiável, senão não teria publicado a observação.
E se o Nagilson estava em Belém, cuidando da saúde da criança, ele pode muito bem ter ido esfriar a cabeça em Salinas, não é?
O que faltava esclarecer é, como você agora diz, é que Nagilson estava de licença requerida.
Se o Dr. Nagilson não fosse vice-prefeito eu nem trataria do assunto. Mas, como pessoa pública, ele deveria ter pelo menos uma assessoria de imprensa.Assim evitaria especulações.

Mural de Marabá disse...

Na verdade, os nobres querem mesmo é que o povo vá KH pra passar a dor de barriga.

Você acha que eles estão preocupados em informar o que fazem do cargo que lhes demos temporariamente?

Pensam eles que são divindades e eternos. Acreditam que são escolhidos, especiais, iluminados. São os donos do pedaço, podem o que querem.

Pra que dar satisfação à prole?

Anônimo disse...

Pergunte aos professores, o que eles acharam dessa passagem do Dr. Nagilson pela prefeitura??

Um grande abraço Ademir.

Anônimo disse...

Pelo que soube, ele abonou as faltas durante a greve e assinou um acordo com os profissionais, tanto da saúde quanto da educação, e o MP estadual.
Pagão, o que você achou??

Parabens pelo seu Blog.

Quaradouro disse...

Se Dr. Nagilson fez isso, abonou as faltas da greve (legal!) dos professores, foi um gesto de civilidade e decência para com a categoria, que só reivindica o que é de seu direito.
Minha preocupação é que vá adiante a intenção do Maurino de demitir os contratados e prejudicar milhares de alunos, justo no inicio do segundo semestre, quando não haverá tempo (nem dinheiro, parece) para contratar substitutos que precisarão levar um tempo de adaptação.