Pages

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

O Barata é um barato



Eu não conheci o antigo, mas pelo que Barata diz no pórtico do novo, a Justiça reacionária e atrasada de Belém censurou duas vezes sua liberdade de expressão. Mas hoje, procurando perspectivas analíticas para o 2º turno no Pará, achei o Sr. Barata e sua verruma  analítica. |Madeira de dar em doido, naquele que acredita que alguma coisa pode mudar em nosso Estado. Gostei tanto que o relacionei entre os preferidos.
Sintam o drama: 
 ------------


ELEIÇÕES 2010 – No Pará, 2º turno e apatia

No Pará, o resultado que brotou das urnas sepultou o embuste midiático que juntou, ainda que por razões distintas, os dois maiores grupos de comunicação do Estado, na tentativa de induzir o eleitorado a crer que a disputa para o governo estadual poderia ser definida ainda no primeiro turno, a favor do ex-governador tucano Simão Jatene. Depois de polarizarem a disputa no primeiro turnoagora, no segundo turno - sob condições de igualdadeem matéria de tempo na tevê e no rádio -, estarão se digladiando, no confronto direto, a governadora petista Ana Júlia Carepa, candidata à reeleição, e Simão Jatene, que postula um novo mandato como governador.
rigornenhum dos dois candidatos oferece alternativas efetivamente capazes de resgatar o Pará da pobreza na qual patina a maioria da população do Estadoapesar de sua riqueza mineralTalvez por issopela mesmice do cardápio eleitoral que lhe é oferecido, o eleitorparticularmente em Belém, tenha exibido uma inocultável apatia na eleição de domingo, 3 de outubro. É inevitável inferir que essa indiferença resulta, possivelmente, do desencanto diante do jaez de nossos políticosOupelo menos, da ampla maioria deles.

2 comentários:

Anônimo disse...

Ademir,

Mais o Blogueiro na área.

Um admirador seu.

http://www.politicarajas.blogspot.com

Quaradouro disse...

Obrigado, companheiro. Um abraço.