Pages

sábado, 12 de março de 2011

Do mesmo naipe

Engenheiro agrônomo Raimundo Nonato Gomes tem uma história interessante de serviços prestados à Eletronorte, Parauapebas e Marabá. Aqui, foi secretário de Agricultura de Haroldo Bezerra, com quem ficou, parece, até final de mandato.
Depois Veloso o manteve mas não lhe deu condições de trabalho. Durante o reinado de Tião Medonho foi devidamente sacaneado.
Maurino, o jeguenauta, ressuscitou-o – precisava dar aparência de respeitabilidade ao seu desgoverno. Depois tentou encher-lhe a secretaria de evangélicos despreparados para as funções, quando teria nomeado cerca de três mil a quatro mil cabos eleitorais entre janeiro e abril de 2009.
Sabe-se agora que, nos bastidores e em busca de reeleição, o anti-herói de plantão no Executivo faz conchavo com a deputada Bernadete (que o computador insiste em dizer que tem Caten!) e, consumado mais um atentado contra os interesses de Marabá, Nonato Gomes pode vir a ser trocado por Bressan, valete de copas dos donos da famigerada tendência PT pra Valer e de cargos federais na região...

- Eu não sei como o Nonato ainda se mete com gente desse naipe, desabafa um amigo do secretário.

12 comentários:

Anônimo disse...

A Bernadeth sabe do risco de não poder sair candidata nas eleições municipais, tem uma condenação judicial no TRE, tenta recorrer pro Tribunal Superior Eleitoral, mas vem tendo dificuldades jurídicas. Além de processos da esfera Federal resultado de sua gestão no INCRA. Ou seja FICHA SUJA.

Sabe também da fragilidade eleitoral diante da derrota do PT e de Ana Julia.

Já tá tentando custurar um acordo desde já com o Maurino.

Tudo farinha do mesmo saco.

Anônimo disse...

O Nonato tem mesmo esse perfil de ser sempre governo não importa de quem esteja no poder. Ou ele é muito hábil ou é mesmo profissional da vez no poder.Concorda com todos não importa o nível de administração.

Anônimo disse...

Puta merda..... Vou ter que ir embora da terra onde nasci, eu choro........

Blogue Marabá 2012 disse...

Ademir, como a sucessão municipal em Marabá para 2012 já bate a porta, onde se ventila alguns nomes como supostos candidatos a prefeito, aproveitei para fazer uma simulação com os nomes mais mencionados que a gente ouve quando está conversando com amigos e vizinhos sobre a sucessão.

Aproveitando também a audiência que seu blogue tem, peço sua permissão para publicar o endereço www.maraba2012.blogspot.com, onde seus assíduos leitores poderão acessar e opinar a respeito do tema.

Abraços.


___________
Adir Castro

Anônimo disse...

Farináceos


Nonato, nem muda de plantinhas tem para os canteiros da cidade, que dirá para o município. Que o diga o João Mauro, que cuida (?) do canteiro da Sema,outro farináceo, cujo mérito foi apenas o de servir Asdrúbal a eleger Mauribosta.
Quanto a tem Catem e seu êmulo, esta gauchada serviu só para destruir uma liderança chamada Ademir. Bem feito.

Anônimo disse...

O Nonato tá pagando a conta de ter apoiado o Maurino. Um cara que você diz que é sério não podia ter cometido este crime contra Marabá.

Anônimo disse...

Hiroshi não adianta nem o malino tentar costurar acordo, meu velho amigo o saco tá todo furado e o trigo derramado, fizeram besteira demais com o dinheiro público. Quero aqui lhe dar os parabéns pela imparcialidade, pois aprova os comentários de todas as pessoas que prestigiam este blog. Eu costumava ler o blog do Hiroshi e postar comentários, mas estranhamente ele não deixa passar mais nenhum comentário contra o pessoal do PT, do Malino Magalhães e do João Salame, do resto passa... Será que ele ganhou alguma assessoria? já tentei diversas vezes e ele veta...

Anônimo disse...

Realmente são todos iguais.
O blog do Horoshi vem afirmando que o Beto Miranda, irmão de Tião Miranda foi indicado para coordenar a ARCON pelo dep.Wandekolque com a anuência dos dois dep. estaduais João Salame e Tião Miranda.
O que mais me admira são os adjetivos dados ao rapaz:carismático, competente, responsável, trabalhador, popular e etc e tal...
cara só se eu estiver ficando louco mais nenhum desses adjetivos cabem naquele rapaz.
Quem conhece sabe que eu não estou mentindo.
Mas vamos ao que interessa, quando é que esses deputados vão começar a trabalhar de verdade.

Anônimo disse...

Concordo com o anonimo das 18:39.O deputados deveriam estar trabalhando por nossa cidade e não ficar brigando por cargos.
Mas chamar o Beto de carismático e trabalhador e o cumulo do puxa-saquismo.O cara passa o dia todo jogando baralho e falando mal da vida alheia com a turma da barão.Ele quebrou o comercio que o pai deixou "armazém triunfo" ela só chegava meio dia e quando ia.
Então meu caro amigo ele foi indicado pro lugar certo"ARCON" la não se faz nada.Talvez ele leva a banca de jogo e turma do setor para passar o tempo.

Quaradouro disse...

Deixem-me discordar do das 10:40:
1. Trabalhei com Nonato Gomes nos anos 90, na administração Haroldo Bezerra.
2, Acompanhei de perto sua (tentativa de) atuação nos governos seguintes, que o procuraram para, através dele, transaparecer alguma credibilidade em administrações francamente medíocres.
3. E lhes digo: Nonato sempre teve projetos que, se implantados, teriam feito de Marabá um pólo agrícola - não essa agricultura de sobrevivência que não traz a produção sequer ao consumidor urbano.
Exemplo: foi projeto dele a instalação de uma usina de beneficiamento de castanha no alto Itacaiunas, onde ainda restam castanhais.O projeto foi aprovado, o dinheiro veio, e depois Tião Miranda teve de devolvê-lo com juros e correção monetária por falta de aplicação!
4. Foi por força do trabalho de Nonato que Marabá ganhou um laboratório de análises de solo (que o Dr. Veloso doou àquele falido centro de produção e venda de mudas implantado pela iniciativa privada no bairro do São Félix). Resultado: a prefeitura foi processada pelo Ministério da Agricultura por descaminho de propriedade pública.
5. Foi de Nonato o projeto de caprinocultura em Marabá, que deu certo até alguém - vocês sabem quem - se apropriar dos bodes e cabras de raça que ficam na área de experimento depois que ele, Nonato, não aguentou mais a sacanagem e saiu da Secretaria.
6. O projeto de criação de camarões em Itainópolis era muito bom, bom demais. Talvez por isso não foi pra frente, embora tenha chegado verba do governo federal para sua implantação. Nunca saiu por falta de interesse do desprefeito de plantão!
O Nonato é bom. Os prefeitos com que ele trabalhou é que não prestam.
E muitos dos sujeitos que postaram comentários desairosos e não publicados a respeito dele, ou não conhecem o Nonato e mesmo assim falam mal dele, ou morrem de inveja.
Fim de papo.

Quaradouro disse...

Ao anônimo das 16:42:
Hiroshi é o vizinho aí, listado à direita.
E que está de casa nova.

Anônimo disse...

Valete de Copaséssa é boa!!

Toma donos do PT..... Quaradouro não é brinquedo não...