Pages

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Presepadas no reino do tigre amazônico

Lá vem Maurino, o jeguenauta, montado no Tigre da Amazônia

Semana passada, Marabá viveu momentos políticos que seriam trágicos se não fossem hilariantes.
As trapalhadas começaram pela Secretaria de Finanças, dia 20 de setembro, ao final de reunião entre vereadores, promotor de Justiça e o ainda prefeito Maurino Magalhães, sobre as contas municipais.
Insatisfeita com os dados apresentados, a vereadora Vanda Américo acabou discutindo com Maurino, que acabou dizendo que o grilo dela eradespeitopor não ser ela a chefe do Executivo e chegou a oferecer-lhe “remédio para dor de cotovelo”.
Isso tudo na frente da imprensa.
Em seguida, segundo o Correio do Tocantins, Maurino aprontou outra presepada com vigilante do Centro Administrativo quando, ao tentar cumprimentá-lo, o servidor recusou-se a apertar sua mão. Maurino insistiu.  O vigia então lhe disse que entre seus deveres funcionais não estava o de apertar a mão do prefeito. O esturro do ainda prefeito mostrou publicamente que ele é, de fato, e seu viés autoritário e vingativo: chamou sua assessora e mandou anotar nome e função do vigia para as providências que o leitor pode imaginar quais seriam. Intimidado, o vigilante foi procurá-lo: “Vossa Excelência, tá aqui a mão”.
Mais com pouco, Maurino chamou os repórteres e ordenou que anotassem: ele, prefeito, tem advogado que vai processar todos os que levantarem acusações infundadas contra seu governo ou falaram mal dele.
, um senhor que estava na calçada cutucou a cobra com vara curta e lascou:
- Então, me processe...
- E quem é você?, Maurino retrucou.
- Sou um dos eleitores que votaram no senhor e hoje estão aqui na fila às 18 horas de um dia para guardar vaga pra ser atendido amanhã no Saci.
- E eu não tenha nada com isso, retrucou o quase ex-prefeito.
Mais tarde a assessora Ana Paula Guedes ligou para a redação do Correio dizendo que Maurino  andava de cabeça quente, mas não era intenção dele criar polêmica e coisa e tal.
no sábado, a patacoada se deu no aeroporto, no meio da turba que esperava o candidato Simão Jatene, em tour pelo município. No meio do povo estava o empresário Demétrius Ribeiro que foi abordado abruptamente pelo ex-secretário de Tião Miranda, Wilson Teixeira, acusando-o de coisas cabeludas e não o agredindo porque entrou no meio a turma do deixa-disso. Mas o assunto virou comentário geral na cidade, na forma de escândalo.
É nesse trote de jegue que o “tigre da Amazônia” não sabe sequer para onde vai...

9 comentários:

Ulisses Silva disse...

Caro Ademir Braz, como eu havia dito dias atrás em comentário de uma de suas postagens, a Revista Veja esqueceu de dizer para o Brasil inteiro que o "Tigre Amazônico" é (des)administrado por um burro. E diga-se de passagem, quando chamo o ainda prefeito de burro, quem deve se sentir ofendido não é o ainda prefeito, e sim o burro. Porque ser comparado ao Maurino é, de fato, o fim da picada.
Vivemos dias de caos nesta cidade, e espero que ele não sair pelas ações judiciais, que pelo menos o tempo nos seja favorável e que esses 2 anos e 3 meses passem bem rápido.

José Coruja da Silva disse...

Tens razão, caro blogueiro. É o tigre amazônico montado por uma besta e cercado por outros bichos mais delicados!

Anônimo disse...

Enquanto isso na sala da justiça...

Anônimo disse...

Jatene, Maurino, Demétrius, Wilsão... Tudo farinha do mesmo saco! Que saco!

Anônimo disse...

Entendo que Maurino já sente a cadeira afastar-se de suas mãos. Seja pela sua alta rejeição, seja pelo pífio desempenho de seus candidatos a deputado nestas eleições, seja pela sombra do nome de Tião Miranda... Enfim, o fantasma da incompetência que está tirando o salto e o mandato de Ana Júlia já assombra Mau-Maurino.

Sobre o último escândalo aeroportuário, descobriu-se que no TIGRE tem muita TIGRESA!

Mural de Marabá disse...

Anônimo das 11:27, quer dizer então que o título da revista Veja, de pouca credibilidade, deveria ser "Tigresas Amazônicas", já que há mais tigresas que tigres?

Quanto ao chega pra lá do prefeito, eleito pela maioria, na dita vereadora, o diagnóstico feito por ele carece do acréscimo de mais sintomas. Nas demais "tiradas" ele ficou feio na foto, pricipalmente com o da mão rebelde.

Será que esse ditado que diz que cada povo tem o governo que merece (Hamilton, Haroldo, Veloso, Tião e Maurino) tem alguma coisa a ver com a gente?

Arre!

Anônimo disse...

Apesar de concordar com o Demir e seus comentaristas, depois do que vi no final de semana passado, não acredito mais na cassação da BESTA DO APOCALÍPSE. Vinha eu de Tucuuí, e a alguns quilômetros de Morada Nova me deparei com um acidente que envolveu o juiz Cristiano Magalhães, e estranhmente quem estava regatando sua pick up era o guincho do DMTU sob a supervisão direta do prefeito Malino. Quando o veículo de um cidadão comum se envolve em algum acidente normalmente é removido por guinchos de seguradoras e ou paticulares. Ops! desculpe! esqueci que nem o prefeito nem o juiz são cidadãos comuns. Não é atoa que até o sobrenome dos dois é o mesmo. Deve está acontecendo o mesmo que em Brasilia etre os miistos do SUPERIOR TRIBUNAL DE FALCATRUAS e o Joaquim horRoriz. Qeridos! não esqueçam que estamos no Brasil e aqui o maior parceiro dos piores bandidos é o juiciario. Iso é fato.

Anônimo disse...

A ultima do tigre da amazônia.

O prefeito maligno e os seus, tem pressionados os servidores municipais a votar nos seus candidatos.
o prefeito convocou todos os servidores cargos comissionados a participarem de um momento democrático...Na quinta feira 30/09,no clube da vale as 19:0h
o circo montado,telão com a imagem da candidata Irismar, toda estrutura da prefeitura, muitos servidores obedientemente sentados esperando o prefeito passar e apertar a mão.Quando derrepente entram no salão, toda a trupe da justiça Juiz Cristiano,MP Daniela,e agentes da PF.
O clima pesou,e a turma foi dispensada. Uns ficaram triste outros felizes pois estavam lá obrigados, pelo beiço.O prefeito, esbravejava dizendo que era coisa da ver. vanda americo.A cena foi inusitadakkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

EXTRA!!!!
Juiz acaba com a farra eleitoral!

Depois de acabar com a poluição visual durante todo o dia de hoje (30), o juiz eleitoral de Marabá acaba de protagonizar mais uma ação enérgica, determinando a proibição de uma reunião com correligionários da prefeitura a favor da candidata oficial do prefeito.

A reunião foi convocada para dar um "folêgo" maior na campanha de Irismar Sampaio, mas a dúvida levantada estava em torno dos convidados: secretários, assessores, auxiliares direto e demais servidores contratados e com cargo de confiança.


Mais um quiprocó!!!!
Postado por www.ribamarribeirojunior.blogspot.com às