Pages

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Poeminha dos 98 anos


           
O sujeito é um mentiroso.
Mente tão descaradamente
Que chega a jurar pro povo
Que é verdade o que mente.

4 comentários:

miltonfaria disse...

Engraçado.Notei que o Pinochio aqui representado tem bigode.Então deve ter tambem barba e deve usar ópleo de peroba como loção de pós barba.He He He - Bom trabalho Ademir.

Blogue Marabá 2012 disse...

AMAR É...

...primeiramente varrer o lixo pra debaixo do tapete e mirar apenas nos contados pontos que são usados como cartão postal, esquecendo que na rua e no bairro que moramos a imagem é bem diferente dessa do cartão postal.

...continuar pagando a taxa de iluminação pública e não cobrar a troca da lâmpada quando ela queimar, ficando no escuro e feliz por isso.

...ir até um posto médico e praticamente discutir com os funcionários do posto para que eles te façam um curativo ou te apliquem uma antitetânica.

...ir até o hospital municipal e ficar horas a fio a espera de um atendimento que não acontecerá, às vezes indo a óbito, como temos sabido pelos noticiosos.

...ignorar que a saúde pública é obrigação do município, e fazer umas economias ou vender o que tem ou pedir ajuda aos outros para ir a outra cidade ou estado em busca de tratamento médico.

...colocar os filhos na escola e aceitar o fato de ele sair da de lá sendo um analfabeto funcional, diplomado sim, mas que não sabe nada de nada e que sua chance no mercado de trabalho se resume, com muita sorte, a um subemprego.

...queimar o lixo que é possível queimar e enterrá-lo no quintal, esquecendo que o município, além de ter a obrigação de manter a cidade limpa, cobra por esse serviço. No caso de quintal cimentado fala-se com o vizinho para usar seu quintal se acaso não for cimentado. Sendo todos cimentados, procura-se um terreno baldio.

...acreditar que a água que sai nas torneiras de sua residência é mais cristalina que a água mineral que se compra para beber.

...imaginar que na cidade vai tudo muito bem, e as mazelas que alguns dizem existir, é decorrente do consumo de alucinógenos.

___________
Adir Castro

Plinio Pinheiro Neto disse...

Caro colega e amigo.

Você como sempre, foi longe, lá em Fernando Pessoa, parodiando-o para mimosear o nosso alcaide.Só os que tem estofo intelectual o fazem e tu sempre honras a todos nós com o teu conhecimento.Pena que os "homens" fechem os olhos para ti e para outros valores qe tanto poderiam servir a Marabá.Mas, já que falamos de Fernando Pessoa, há um poema dele que fala de quem, embora saiba de suas limitações, continua a iludir-se quanto a uma competencia impossível de alcançar:

"Sim, sei bem
Que nunca serei alguém.
Sei de sobra
Que nunca terei uma obra.
Sei, enfim,
Que nunca saberei de mim.
Sim, mas agora,
Enquanto dura esta hora,
Este luar, estes ramos,
Esta paz em que estamos,
Deixem-me crer
O que nunca poderei ser."

Um grande abraço do amigo e colega

Plinio Pinheiro Neto

Anônimo disse...

Que mente todos já sabem,Já dizia o povo servil,
Deixe que lhe dou paga,mandando a puta que pariu,
Dificil é quem vem outro, com cara de pau gentil,
Que vai mandar o velho povo para o lugar de onde veio,
Lá onde judas perdeu as botas e o Diabo cantou de galo,
Ora pois que vá o povo para casa do Caralho.....
Nice Gay.