Pages

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Destruindo a memória e a beleza

Recebi do advogado e conselheiro da OAB, dr. Plínio Pinheiro Neto:

Nesta remansosa terra de Francisco Coelho, onde se destrói por prazer e irresponsabilidade a memória e as belezas naturais e algumas poucas implantadas pelos homens, estou a temer pelo futuro do belo bambuzal do acesso à Velha Marabá, que o nosso alcaide, sem o mínimo senso de estética urbana, dentre outras carências, resolveu iniciar o loteamento deste acesso e duas ocupações, por sinal grotescas, nasceram ao lado do posto de gasolina. Mando-te esta bela foto, tirada não sei por quem, que ficaria muito bem exposta em teu blog.

Um abraço com a grandeza do Rio Tocantins.
Aos poucos, bambuzal vai virando só lembranças

8 comentários:

Anônimo disse...

Ademir, estou pensando seriamente em me apossar de um lote por ali também, o que tu achas? Já que agora qualquer um pode se instalar em área pública.

Anônimo disse...

Caro Ademir, não é diferente a situação das plantas/árvores peq. porte/flores e a própria grama, sem agua minguam a cada dia na Pça. Duque de Caxias. O espelho d'agua em volta do coreto virou criatorio de mosquitos/pernilongos, acumulando limo e lixo no fundo e superfície, e, vem sendo usado como banheiro por pedintes e outros. Aquí vai o protesto dos moradores do entorno da praça. Em 16.08.10, Marabá-PA.

Quaradouro disse...

Caro das 13:54:
Só tem bastante cuidado. Eu não sei se você sabe que a lagoa da Santa Rosa é habitat natural de sucurijus com até oito metros e jacarés com mais de quatro. É de lá que eles saem para passear e num desses passeios você pode, nhéco! Deus te livre.

Quaradouro disse...

Estou me arrumando para fazer um registro fotográfico da mortandade de árvores que esta administração irresponsável está produzindo em toda parte.
É de cortar o coração!

Mural de Marabá disse...

É o progresso.

Quando cheguei aqui, cerca de 30 anos atrás, a paisagem nesse trecho era bem diferente da de hoje. Ela vão mudando e nós nos adaptando. Faz parte e nada para esse processo.

Anônimo disse...

Das 19:31 - porque é progresso a gente tem que ficar calado? ora vá se catar!!! estão acabando com a nossa cidade e precisamos nos manifestar, sim! ainda bem que temos o Ademir prá nos ecoar e nossas vozes a gritar e não nos "adaptando" a esse desgoverno...

Mural de Marabá disse...

Ei das 22:23 do dia 16.

Parece que você só agora percebeu que a cidade está acabando, né? Quer dizer que 10 anos atrás estava uma maravilha, né?

Você quer voltar o tempo e ir direto para o período das cavernas?

O progresso, entre outras coisas, permite que você poste um comentário nos blogues dessa cidade e onde quiser. Usa uma ferramenta pela qual o progresso te propicia. Polui também, gera calor, gasta energia... e aí, vai desligar teu micro?

Menos, menos...

Se você não gosta do prefeito atual, vá se entender com ele, afinal você é um cidadão e tem direito para tal manifestação. Mas nem misture as estações. A degradação nessa cidade e região e país não é de hoje. E a gente também se beneficia disso, né?

Desliga as lâmpadas, não compra nada industrializado, não use nada de madeira em sua casa ou ferro, pois o ferro precisa ser produzido usando madeira para queimar os fornos.

E aí?

Anônimo disse...

o bambuzal e obra do antigo secretario luiz guilherme grande pessoa